Vestiário

Tenha o nosso conteúdo
Receba por email
Yhury Nukui

Os indicados do VMA dos Blogueiros

Doze blogs reunidos para um único bem: o de escolher os melhores da música em solo norte-americano com intuito de formar uma lista de indicados mais justa para o VMA 2014.

Vestiário
Britney Spears, Paramore, Christina Aguilera, Lady Gaga e Shakira foram lembradas no VMA dos Blogueiros. Fotos: Reprodução

Ao longo dos últimos dias, os envolvidos no VMA dos Blogueiros foram se revelando, um a um, e quem não pôde acompanhar tudo à risca, pode conferir abaixo todos os nossos indicados, conforme o cronograma de divulgação previsto:

Melhor Vídeo Popapresentado por It Pop
"Fancy", Iggy Azalea (feat. Charli XCX)
"Unconditionally", Katy Perry
"Wrecking Ball", Miley Cyrus
"Can't Remember To Forget You", Shakira (feat. Rihanna)
"Work Bitch", Britney Spears

Artista Revelaçãoapresentado por Original Tune
Charli XCX
Foxes
Tove Lo
Broods
Kiesza

Melhor Vídeo Masculinoapresentado por MAZE
"The Monster", Eminem (feat. Rihanna)
"Good Kisser", Usher
"Happy", Pharrell Williams
"Stay With Me", Sam Smith
"The Next Day", David Bowie

Melhor Vídeo com Mensagem Socialapresentado por Fica Quietinho
"Battle Cry", Angel Haze (feat. Sia)
"Pretty Hurts", Beyoncé
"Say Something", A Great Big World (feat. Christina Aguilera)
"We Exist", Arcade Fire
"Really Don't Care", Demi Lovato
"Cannonball", Lea Michele

Melhor Colaboraçãoapresentado por Stay Pop
"Can't Remember to Forget You", Shakira (feat. Rihanna)
"Fancy", Iggy Azalea (feat. Charli XCX)
"Timber", Pitbull (feat. Kesha)
"Say Something", A Great Big World (feat. Christina Aguilera)
"Drunk on Love", Beyoncé (feat. JAY Z)
"Problem", Ariana Grande (feat. Iggy Azalea)

Melhor Coreografiaapresentado por Ômega Hitz Brasil
"G.U.Y", Lady Gaga
"Move", Little Mix
"Partition", Beyoncé
"Hideaway", Kiesza
"Chandelier", Sia
"Work Bitch", Britney Spears

Melhor Vídeo de Hip-Hopapresentado por Qual a Grande Ideia?
"Holy Grail", JAY Z (feat. Justin Timberlake)
"Change Your Life", Iggy Azalea (feat. T.I.)
"Hold On, We're Going Home", Drake (feat. Majid Jordan)
"23", Mike WiLL Made-It (feat. Miley Cyrus, Wiz Khalifa & Juicy J)
"Opulence", Brooke Candy

Melhor Direção de Arteapresentado por Pizza de Ontem
"Fancy", Iggy Azalea (feat. Charli XCX)
"Magic", Coldplay
"Unconditionally", Katy Perry
"Two Weeks", FKA Twigs
"Reflektor", Arcade Fire

Melhor Vídeo de Rockapresentado por Que Delícia, Né Gente?!
"Magic", Coldplay
"Pompeii", Bastille
"This Is Gospel", Panic! At The Disco
"Ain't It Fun", Paramore
"We Exist", Arcade Fire

Melhor Vídeo Femininoapresentado por Geração F5
"Partition", Beyoncé
"Fancy", Iggy Azalea (feat. Charli XCX)
"Can't Remember to Forget You", Shakira (feat. Rihanna)
"G.U.Y", Lady Gaga
"Wrecking Ball", Miley Cyrus

Melhor Ediçãoapresentado por It Pop
"Pretty Hurts", Beyoncé
"Unconditionally", Katy Perry
"Part II (On The Run)", JAY Z (feat. Beyoncé)
"Your Life is a Lie", MGMT
"Stay The Night", Zedd (feat. Hayley Williams)

Melhor Direçãoapresentado por Stay Pop
"Pretty Hurts", Beyoncé
"Wrecking Ball", Miley Cyrus
"Unconditionally", Katy Perry
"Applause", Lady Gaga
"The Writing's On The Wall", OK Go

Melhor Fotografiaapresentado por MAZE
"City Of Angels", 30 Seconds To Mars
"Pretty Hurts", Beyoncé
"West Coast", Lana del Rey
"Unconditionally", Katy Perry
"Afterlife", Arcade Fire

Melhor Vídeo Eletrônicoapresentado por Poplândia
"Stay The Night", Zedd (feat. Hayley Williams)
"Addicted To You", Avicii
"Wasted", Tiësto (feat. Matthew Koma)
"Grab Her!", Disclosure
"Find You", Zedd (feat. Matthew Koma & Miriam Bryant)

Melhores Efeitos Especiaisapresentado por Qual a Grande Ideia?
"Grab Her!", Disclosure
"Rap God", Eminem
"Best Friend", Foster the People
"Come Back Home", 2NE1
"The Writing's On The Wall", OK Go

Vídeo do Anoapresentado por Vestiário
"Fancy", Iggy Azalea (feat. Charli XCX)
"Unconditionally", Katy Perry
"Wrecking Ball", Miley Cyrus
"Chandelier", Sia
"G.U.Y", Lady Gaga

Na próxima terça-feira (19), uma edição voltada especialmente para o Video Music Awards será divulgada aqui no Vestiário, junto com os vencedores do VMA dos Blogueiros. Enquanto isso, façam suas apostas!

Yhury Nukui

VMA dos Blogueiros: chegou a hora de conhecer os indicados a Vídeo do Ano

Vocês já devem estar por dentro do VMA dos Blogueiros, certo? O projeto, idealizado por nós, propõe uma mudança nos indicados ao VMA deste ano, que tiveram umas indicações bem aquém do esperado.

Nós e mais onze blogs trabalhamos numa seleção que reuniu quase 250 videoclipes e ao longo das últimas duas semanas, os envolvidos no projeto foram se revelando junto com os novos indicados. E agora, chegou a nossa vez!

Vestiário
Divulgação

Para fechar com chave de ouro, esses são os indicados à tão aguardada categoria de Vídeo do Ano:

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

A grande promessa e maior nome revelado do ano passado pra cá, Iggy Azalea viu sua carreira mudar depois de "Fancy". A música invadiu as rádios norte-americanas e ganhou um clipe inspirado em um dos filmes mais clássicos da cultura pop: "Clueless", conhecido aqui no Brasil como "As Patricinhas de Beverly Hills". A MTV indicou e a gente não tirou!

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Uma das nossas missões no projeto foi fazer justiça à "Unconditionally". A faixa, escolhida como segundo single do multi-aclamado "PRISM", não fez um barulho gigantesco nos charts, já que "Roar" ainda estava em alta na época, mas ganhou o clipe mais belo de toda a era. Não podia faltar!

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

A gente ficou meio incrédulo, à primeira vista, com "Wrecking Ball", mas de 2013 pra cá, o videoclipe acabou tornando-se um marco para a cultura pop e um divisor de águas para a carreira de Miley Cyrus.

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Mesmo com quase 20 anos do lançamento de seu primeiro disco, Sia só caiu no gosto do público com o novo e sexto álbum, "1000 Forms Of Fear", que teve "Chandelier" como carro-chefe. A cantora que diz não querer ser famosa, emocionou o mundo com o videoclipe da faixa. Uma indicação mais do que merecida!

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Por último, mas não menos importante, está Lady Gaga. Ela pode ser um tantinho exagerada em alguns casos, mas deve ser valorizada quando faz um bom trabalho. Injustiçada pela MTV e o VMA, a Mother Monster conquistou um espaço muito importante na nossa categoria. "G.U.Y" é, com toda certeza, uma das melhores produções do ano. Paws up!

Os vencedores, dessa e das outras quinze categorias, você descobre na próxima terça-feira (19) em uma edição especial, aqui no Vestiário, com pautas voltadas completamente para a premiação mais pop de todos os tempos. Esteja preparado!

Jader Gomes

Mixtape Megazord: Xou da Xuxa

Vestiário
Reprodução

Aposto que você, assim como eu, cresceu na época em que as loiras tomavam conta da tevê com seus programas infantis recheados de brincadeiras, pompons e, claro, muita música.

Lá nos anos 90, era muito comum que as apresentadoras também fossem cantoras, por isso, deixaram para posteridade vários clássicos musicais. E quem melhor do que ela, a Rainha dos Baixinhos, pra ser homenageada?

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Tem saudade de tudo isso e não sabe como extravasar? Então faz assim, pega o seu chapéu de paquita - se você ainda não tem um dá tempo de fazer - e vem curtir a Megazord Especial Xou da Xuxa, que acontece na sexta-feira, 22 de agosto, no Inferno Club na rua Augusta (mais informações aqui).

Mas enquanto a festa não chega, você pode ir aquecendo, é só dar o play na Mixtape abaixo. Xuxexo!

Redação Vestiário

Se apaixone pela música e poesia de Iyeoka Okoawo

Uma diva ainda escondida por não ganhar o mundo? Dona de uma voz sensualíssima, com toques de Nina Simone, pitadas de Amy Winehouse e afinação de Florence Welch? Penteados, estilo, jazz, rock, R&B, soul, funk e outros ritmos dotados de uma poesia carinhosa e ao mesmo tempo forte? Sim! Todos esses elementos estão presentes em Iyeoka Okoawo.

Iyeoka Okoawo
Divulgação

Sua vida musical começou em 1996, quando a então farmacêutica descobriu seu verdadeiro tino e dom, já se destacando com os dois primeiros EPs, "This Time Around" e "Run Into The Rain", produzidos com a ajuda do grande David Franz.

Os trabalhos de sua autoria são dotados de sensibilidade extrema, além de carregar alegria, letras inteligentes e intrigantes, que abordam problemas políticos e ativismo. Atualmente, ela está em turnê pela Europa e tem levado multidões a curtir e amar suas músicas. Para tanto, a diva não está só: conta com praticamente uma grande banda.

A companhia de um som primoroso está em Akilli Jamal nos teclados, Roland Nicol e seu contrabaixo, Faisal Aswat, na guitarra base, o baixo de Kyle Higgins, e Steve Desrosiers e Jim Dozet em mais guitarras. Além disso, estão por lá o saxofonista Andrew Bergman, Brian Capobianchi, que a ajuda nos vocais e ainda toca guitarra acústica, e os bateristas Aine Fujioka, Jason Trikakis e Mark Purrington.

Para complementar suas ações de sucesso, a nigeriana naturalizada americana ainda escreve poesia, ação que lhe rendeu o segundo lugar no Concurso Mundial Individual Slam, em 2009. Além disso, Iyeoka foi convidada para criar e apresentar um poema para o presidente de Ruanda, Paul Kagame, em um jantar que ele ofereceu.

A sabedoria na abordagem em assuntos entre diversidade, igualdade racial e amor também valeram, ao mesmo presidente, um vídeo encomendado pelo canal Discovery Channel para sua campanha presidencial em 2008. Ela foi também capa da revista Leverage, além de competir pelo Boston Lizard Lounge Slam. Entre outros prêmios estão um Urban Music Award, pela Inglaterra, e o de melhor poetisa para o Massachusetts Hip-Hop Award, em 2007.

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Mas você não precisa ler os textos ou estar em algum evento de premiação de suas rimas e poesias: basta ouvir canções como “Simply Falling”, “Sometimes It Rains” ou “Yellow Brick Road Song”. Vale (e muito) o play!

Yhury Nukui

Britney Spears e o videoclipe de “Perfume” que todos deveriam ter visto

Quando Britney Spears lançou o clipe de "Perfume", em dezembro do ano passado, milhares de fãs se revoltaram com a confusa versão final, com claros furos no roteiro e que excluía diversas cenas que tinham fotos divulgadas na internet.

O diretor responsável pelo vídeo, Joseph Kahn, que havia trabalhado com a cantora em clássicos como "Stronger", "Toxic" e "Womanizer", esclareceu - revoltado - que a versão original acabou sendo descartada pela equipe de Spears. Obviamente, houve um movimento para que o vídeo fosse divulgado, mas que sequer ganhou atenção dos empresários da cantora.

Britney Spears
Cena que foi editada na versão final do videoclipe / Foto: Reprodução

Meses depois do fracasso da música (e do vídeo), o roteiro acaba de vazar, junto com uma imagem de Britney completamente machucada (acima). A premissa original trazia a cantora como uma assassina profissional, cuja missão era matar um homem. Ela acaba se apaixonando pelo rapaz, por quem ela se encantou assim que viu, e desiste de matá-lo quando ele aparece no lugar favorito deles com um anel nas mãos.

Ela sai da cidade, sabendo que será morta por ter desistido da missão, e se esconde em um hotel, onde é encontrada por outros assassinos, que a espancam e a amarram em uma cadeira. O tempo vai passando e descobrimos que o rapaz começa a namorar outra mulher, com quem forma uma família. Enquanto isso, ele não esquece o amor do passado, que desapareceu. Em seguida, vemos Britney no chão do quarto do hotel (imagem), praticamente morta, enquanto seu corpo vai se transformando em cinzas.

A última cena mostra uma Britney sorrindo, enquanto seu corpo vai se desintegrando. Somos então levados à cena final, onde a cantora aparece beijando o amado ao por do sol.

Assista ao videoclipe e veja como, agora, tudo faz sentido:

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

Para alguém que simulou masturbação em uma turnê e apareceu nua com o corpo coberto de diamantes em um videoclipe, o que é interpretar uma assassina, gente?

Segundo informa a fonte que vazou a foto e roteiro, a equipe (pff) de Britney Spears optou por abortar a ideia original porque as cenas de assassinato, que provavelmente nem eram explícitas, trariam repercussão negativa para a cantora.

Vai entender...

Jader Gomes

Mixtape Megazord: As trilhas sonoras dos anos 90

Vestiário
Reprodução

Muita gente que acompanha o Vestiário foi criança nos anos 90 e, nem parece, mas quem nasceu em 1999 já fez ou faz 15 anos agora, em 2014. E bom, não vamos ficar aqui contando o passar dos anos e o peso da responsabilidade em ser adulto. É hora de deixar a nostalgia rolar solta e relembrar a parte boa da época em que "a gente era feliz e não sabia".

Dos clássicos adolescentes até os multipremiados do cinema, vários filmes são lembrados também por suas fantásticas trilhas sonoras. Você já parou pra pensar de quantos longas dos anos 90 você sabe pelo menos uma música de cor?

Este vídeo está no YouTube e pode deixar de ser exibido a qualquer momento

O legal também é perceber a influência dessa década no que é produzido hoje. Quem não não se lembra do guarda roupa ultra tecnológico da Cher em "As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless)" e do seu icônico conjuntinho em xadrez amarelo? A Iggy Azalea, por exemplo, inspirou o vídeo "Fancy" na produção de 95.

Vestiário
Reprodução

Quer relembrar mais? Dá o play na Mixtape #7 da Megazord.

Pra quem quiser curtir ainda mais esse clima, na próxima sexta-feira, dia 25, acontece a Red Carpet Edition, no Inferno Club em São Paulo. Saiba mais detalhes sobre a festa aqui.

Yhury Nukui

Hilary Duff está pronta para lançar seu novo single

Sem lançar uma faixa inédita desde "Reach Out" e "Holiday", da coletânea "Best Of", Hilary Duff já vem fazendo alarde sobre seu retorno à indústria há algum tempo, mas a espera está bem perto de chegar ao fim!

Hilary Duff
Reprodução

O primeiro single do quinto disco da cantora poderá ser ouvido na próxima quinta-feira (24) durante uma audição na boate Marquee NY. O videoclipe da faixa também já foi gravado e tudo indica que a VEVO já esteja pronta para o lançamento. Embora não hajam dicas substanciosas, especula-se que a música se chame "Chasing the Sun".

Hilary Duff, que fez parte de toda a nossa infância com a série "Lizzie McGuire", promete um som mais indie/folk, portanto muito diferente do que foi visto em "Dignity".

Entre os compositores que vem trabalhando nesse retorno estão Ed Sheeran, Toby Gad ("All of Me", "Big Girls Don't Cry") e Lindy Robbins ("Skyscraper"), além de parceiros de longa data como Lauren Christy, uma das responsáveis por "So Yesterday", um dos marcos da carreira de Duff.

Nossos corpos estão preparados!

Yhury Nukui

Teve muita Copa

Antes que você continue, é bom saber que eu não sou fanático por futebol. Muito longe disso. Nunca tive o hábito de sentar no sofá aos domingos para assistir a uma partida ao lado do meu pai, que gosta do esporte tanto quanto eu, tampouco tive a oportunidade de ir a um estádio de futebol.

David Luiz
Reprodução

Como cidadão brasileiro, fui contra a Copa, mas o tempo de protestar foi em 2007, quando o país foi escolhido como sede e não da metade do ano passado pra cá. Depois dos bilhões gastos em estádios superfaturados não havia o que ser feito, senão torcer para que a nossa Seleção desse o seu melhor e que nada de grave acontecesse com os visitantes, que em nenhum momento tem culpa das dezenas de problemas que assombra as pessoas que aqui moram.

Torcer pela minha Seleção não me faz menos cidadão que aqueles que são contra o evento esportivo. Sou um cidadão como qualquer outro, que trabalha, paga suas contas e não abdica em nenhum momento de votar desde que esse direito me foi dado. Com a Copa do Mundo, eu aprendi que a gente pode sim, chorar por futebol. Algo que eu nunca entendi que seria possível.

Aqueles onze jogadores estão ali representando toda uma nação, que aposta todas as suas fichas em cima deles. Algo que vai durar 90 minutos. Mas 90 minutos que nos inundam de esperança de um resultado que nos deixe gritar aos quatro cantos "tenho a melhor Seleção do mundo". Mesmo quando a gente fica fulo pelo Fred não fazer nada ou quando o árbitro faz algo errado, o amor pela nossa amarelinha não acaba.

A Copa do Mundo no Brasil, a contragosto dos metralhas, é a Copa das Copas. E não eu sou, um mero estudante de 20 anos, que está dizendo. São jornais como o espanhol El País, o francês Le Monde, os ingleses do Yahoo, The Economist e Financial Times. Este último, inclusive, publicou um texto ainda esta semana dizendo que "a Copa de 2014 é a melhor Copa dos últimos tempos". Todos eles foram portais que acabaram com o evento antes dele acontecer. Mas teve Copa sim. Teve Copa pra caralho. Me perdoe o palavrão, mas só ele consegue evidenciar, de fato, a minha felicidade com esse evento. Até porque dizer que "Teve Copa pra caramba" não tem graça nenhuma.

Uma coisa que eu aprendi é que não temos as melhores escolas, não temos os melhores hospitais, temos problemas dos mais variados tipos, assim como qualquer outro país do mundo (cabe ressaltar), mas nós temos as melhores pessoas. Claro, tem sempre aquelas exceções, tipo os que queimam bandeira pós-derrota ou que deixam um alemão surdo depois de levar um soco por ter comemorado um gol da sua Seleção.

Mas queria enaltecer as pessoas que souberam acolher esses turistas como nunca antes visto. Basta fazer uma busca no Google e você logo encontrará uma infinidade de textos, não só de dentro do Brasil, exaltando a felicidade da nação brasileira. Pessoas como esse o taxista Adilson Luiz da Cruz, que encontrou 40 ingressos e devolveu aos verdadeiros donos. Era maravilhoso ver, a cada jogo, os brasileiros unidos para cantar o Hino Nacional. Que me desculpem os outros países, mas não tem um Hino mais lindo que o nosso. Nem mesmo "Macarena", da Argentina, "Spice Up Your Life", da Inglaterra, ou "Estoy Aqui, da Espanha. Aliás, obrigado também a internet por esse e tantos outros memes.

A Copa do Mundo serviu pra me mostrar que ainda há esperança pra que esse país vá para frente. Basta que a população se conscientize - e isso não inclui a atitude estúpida de vaiar Dilma Rousseff - e entenda que tem o poder nas mãos. Basta usá-lo a seu favor.

Por ora, o nosso sonho acabou. Mas 2018 está chegando e com ele a depressão mais uma tentativa de levar o Hexa. Muito obrigado a todos os jogadores, e ao Felipão, que fizeram bonito e encheram a gente de alegria até aqui. Não tem que pedir desculpa não. Todo mundo erra e com vocês não seria diferente. Mesmo com tantos problemas, a gente ama esse lugar e luta por ele. E ai dos que forem de fora e falarem mal.

Obrigado, Copa do Mundo. Seria demais pedir para que você não demore a voltar pra cá? Afinal, não há lugar melhor no mundo que o país dos apaixonados por futebol.

12