Vestiário

O melhor site de cultura pop e lifestyle gay do Brasil.

Continuem saindo do armário

Estamos aqui para dialogar, e por isso, quanto mais vozes e opiniões, mais material teremos para refletir e fazer desse espaço algo que vai além de notas banais sobre cultura pop e sociedade.

Jader Gomes
[artigo classe="quatro"] [hgroup classe="um alta"] [titulo]Carta ao Leitor[/titulo] [manchete]Continuem saindo do armário.[/manchete] [/hgroup] [texto classe="texto-padrao esq"]

elhor do que ver um trabalho nascendo e se materializando nas telas, é perceber a boa recepção do público cativo perante as mudanças e, principalmente, notar que estamos conquistando ainda mais gente que está “saindo do armário e entrando no Vestiário”.

A nossa primeira edição como revista digital, voou mais alto do que imaginávamos. E somos gratos a todo mundo que deu um like, que comentou, compartilhou e, dessa forma, fez com que os nossos textos chegassem cada vez mais longe e para um número maior de pessoas.

Nós estamos aqui para levantar bandeiras, mas não podemos fazer isso sem a ajuda de vocês. Estamos aqui para dialogar, e por isso, quanto mais vozes e opiniões, mais material teremos para refletir e fazer desse espaço algo que vai além de notas banais sobre cultura pop e sociedade.

É legal saber que existem loucos que compraram e vêm comprando nossas ideias. Que acreditam no que nossa equipe faz. Por trás do menor texto, existe um bocado bem grande de dedicação, e mesmo que ele seja lido por uma pessoa ou um milhão, o que fica disso tudo é o sabor do reconhecimento. E, com certeza, estamos sentindo desse gostinho.

A segunda edição vem com mais um pouco daquilo que a gente ama fazer e que vocês amam ler. Tem análises musicais, tem homens bonitos, tem editorais polêmicos e tem muito, mais muito amor em cada linha de texto.

Aproveite sem moderação e até a próxima!

Um abraço,
Jader Gomes [/texto] [/artigo]

Comentários
Edição #02
Terapia. Quem precisa?
Editorial

Terapia. Quem precisa?

Ravel Brasileiro

Aprendi a aproveitar meu tempo lá na terapia fazendo isso: me questionando. Venho tentando ampliar meus horizontes cada vez mais, tentando controlar a minha ansiedade e medindo a proporção de energia que os problemas me tomam.

Leia a Matéria
Newsletter

Assine e receba por email as nossas principais atualizações, além de conteúdo exclusivo!